O Mangalarga Marchador


Outra contribuição do cavalo ibérico à eqüinocultura nacional.

O Mangalarga, popularmente chamado de “paulista”, tem sua origem no Mangalarga Marchador, nascido em Baspendi, Sul de Minas Gerais, através do cruzamento de éguas comuns do criatório do Barão de Alfenas, com um reprodutor oriundo de Alter do Chão, em Portugal, e presenteado ao político mineiro D. João VI.
 
A criação Mangalarga “paulista” aconteceu em princípio pelas mãos de Francisco Antonio, um dos sobrinhos do Barão de Alfenas, que se transferiu para São Paulo, mais precisamente para região de Orlândia, onde desenvolveu uma seleção a partir da tropa trazida de Minas Gerais. Esta seleção visava atingir um cavalo que pudesse se adaptar ao novo clima e aos campos cerrados paulistas, diferentes do terreno acidentado de Minas Gerais.